Alteração nos Anúncios de Topo no Google AdWords

Tenho estado a observar com particular interesse os testes que a Google está a efectuar ao número de anúncios que surgem na lista de resultados de pesquisa do seu motor de pesquisa e mais do que isso à forma como os apresentam!

Até aqui existiam, dentro da pesquisa no Google, dois tipos de posicionamentos que somados continham no máximo de 12 anúncios:

  1. Posicionamento superior: local que albergava os anúncios com melhor classificação dentro do algoritmo do Google AdWords. Nesta posição de maior destaque encontrávamos até três anúncios de texto, no máximo em cada página, devidamente ordenados do número um ao número três;
  2. Posicionamento Outros: as partes inferior e lateral acomodavam os restantes anúncios, oito no máximo, e denominam-se como “Outros”.

Desde do dia 10 de Dezembro que tenho reparado que este cenário sofreu alterações e em algumas pesquisas é possível vermos não três mas sim quatro anúncios na parte superior da página de resultados do Google e três na parte inferior não se conseguindo observar qualquer anúncio na zona lateral.

Alterações Google AdWords

Outra situação que tenho observado e, na minha opinião, mais intrigante é a ausência – nestes casos e até ao momento – da extensão de sitelinks! Ou seja, não encontro na parte superior nenhuns sitelinks sejam os expansíveis ou não, algo que sempre considerei fundamental para melhorar a classificação do anúncio.

Aqui está um dos slides que apresento nas minhas formações de Google AdWords sobre o tema e que poderei vir a alterar:

Posição Superior e Lateral dos Anúncios no Google

É normal a Google fazer testes A/B para melhorar a experiência do utilizador, quem me conhece sabe que sou um enorme fã desta vantagem que o Digital nos dá, e este teste não é novo já tinha acontecido um também com quatro anúncios há cinco anos atrás.

Coloquei a questão: “Mais alguém vê quatro anúncios, em vez de três, no Topo da pesquisa?” na minha página no Facebook e a maioria ainda não viu este teste. Ainda assim qual a vossa opinião sobre esta possível alteração? Diminuição do tráfego orgânico com uma ocupação maior do espaço com os anúncios?

  • 13 de December de 2015
  • Blog

Consultor de Marketing Online e Search Engine Marketing, nos portais de E-commerce Pestana.com e Pousadas.pt, com foco na Optimização de Sites para os Motores de Busca, SEO, gestão de campanhas Google Adwords, SEA, e dinamização de Redes Sociais.

2 Comments

Solicitar Orçamento

Procura um Consultor com vasta experiência na área do Marketing Digital, focado em alcançar objectivos e em aumentar o ROI dos seus Clientes? Não hesite:

Subscrever Newsletter

Os campos assinalados com o * devem ser preenchidos, por favor!
2 Comments
    • Pedro
    • 14 de December de 2015
    Reply

    Poderá ser um Risky Move, sendo que oblitera quase o espaço orgânico de visualizações especialmente em casos onde o maps tambem apareça. Mas no fim do dia, quanto tempo mais é que os side ads iriam existir até serem questionados de sua validade?

    • Reply

      Obrigado pelo comentário Pedro!

      A verdade é que numa % cada vez maior de pesquisas este cenário já não se verificava porque em mobile não existe espaço para anúncios na lateral. Podemos a médio prazo assistir a uma página de resultados mais parecida com a que temos nos nossos smartphones 🙂

Comentar

Mais artigos

Ver todos os artigos