Os melhores livros de marketing ? A biblioteca do Marco Gouveia

Procuras recomendações sobre os melhores livros de marketing?

Então, sê bem-vindo à minha biblioteca! Todos os meses, apresento-te um livro que marcou o meu percurso, tanto a nível pessoal, como profissional, e dou-te a minha opinião sobre o mesmo!

 

#15 – Grandes Métricas do Marketing: Os principais indicadores que todo o gestor deve conhecer, de Neil T. Bendle, David J. Reibstein, Philip E. Pfeifer e Paul W. Farris

Neste mês de março trago-vos um livro essencial para terem na vossa estante, principalmente para os profissionais da área do Marketing!

O livro Grandes Métricas do Marketing: Os principais indicadores que todo o gestor deve conhecer acompanhou-me ao longo do mês e foi um grande aliado para compreender melhor as métricas do marketing e como adequar a minha estratégia.

Além de ser extremamente importante estarmos a par das tendências e estarmos em constante formação, é preciso compreender as bases do Marketing e uma delas é sem dúvida as métricas, a sua importância e como as analisar.

Não só é importante aplicar estratégias e campanhas, mas também saber medir os seus resultados e a sua eficácia. 👨‍💻

Medir os resultados à primeira vista pode parecer fácil, mas mais importante é saber como os analisar e ver oportunidades nos mesmos. 🧐 É importante realmente compreender as métricas, para as analisar da forma mais precisa possível. E com este livro é possível não só compreendê-las, mas também como as aplicar, sendo um excelente livro para ter na secretária e consultar a qualquer momento.

Esta obra foi escrita por quatro autores com bastante experiência na área do digital e da pesquisa. Queres saber quem são? Deixo-te abaixo algumas informações para os conheceres:

👉 Neil T. Bendle é professor na área do marketing e tem quase uma década de experiência em gestão de marketing, gestão financeira, consultoria e melhoria de sistemas de negócio.

👉 David J. Reibstein é também professor e faz pesquisa em várias áreas, uma delas as métricas de Marketing. Além disso é consultor em equipas de renome como Pfizer e Johnson & Johnson.

👉 Phillip E. Pfeifer é também professor e já lecionou em várias escolas, e já desenvolveu mais de 50 artigos e várias obras, com foco no marketing.

👉 Paul W. Farris é professor de marketing, e já publicou vários artigos premiados com o tema da publicidade e os efeitos da mesma. Presta também alguns serviços de consultoria a clientes como Procter & Gamble e Apple.

Este livro é essencial não só para os gestores, mas para todos aqueles que desempenham funções relacionadas com o marketing e querem alcançar o sucesso! Um livro indicado para os dias de hoje, e que fala também das diferentes métricas de acordo com as áreas do marketing.

O facto de esta obra ser tão prática, conquistou-me desde logo! É dividido por 13 capítulos, com vários temas interessantes como: “Margens e Lucros”, “Rendibilidade do cliente”, “Estratégia de Preço”, entre outros temas que são muito importantes no dia-a-dia de qualquer profissional.

✅ Um livro que recomendo pelo facto de nos facultar várias guidelines mas também por ser ideal para qualquer gestor (e não só) tal como o seu título indica!

Ficaste com curiosidade, e tens interesse em ler este livro? Então podes comprá-lo diretamente aqui 👉 Grandes Métricas do Marketing: Os principais indicadores que todo o gestor deve conhecer

 

 

#14 – Technology vs. Humanity: The coming clash between man and machine, de Gerd Leonhard

👋 Olá olá!

O tema das tecnologias é cada vez mais falado e surge em discussão pela eterna questão do poder crescente que a tecnologia tem perante a humanidade. 👨‍💻

👉 Foi por isso que decidi trazer-vos uma review do livro Technology vs. Humanity: The coming clash between man and machine, de Gerd Leonhard.

Neste espantoso livro, surge a seguinte questão: “como introduzir a tecnologia nas nossas vidas sem nos tornarmos nela?” 💻

A era da máquina constitui um dos maiores marcos da nossa história e é impossível ficar indiferente a isso. Mas, ao contrário dos Humanos, as máquinas não têm princípios morais nem ética, sendo que existe uma linha muita ténue que nos separa e ela pode ser facilmente quebrada.

Segundo o autor, o nosso futuro pode vir a assemelhar-se a um filme de ficção científica: um autêntico confronto entre o Homem e a máquina, onde nós passamos a “servir” as máquinas e não o oposto. 🤔

O autor, Gerd Leonhard, intitula-se como um futurólogo da Era Digital. Estudou Teologia e Ciências Sociais, tendo sido ainda músico de rock, compositor, empreendedor e ativista. Possui vários livros da sua autoria, todos eles com foco na consequência das novas tecnologias.

Contudo, é de referir que o autor não tem nada contra as novas tecnologias, aliás, utiliza até alguns gadgets no seu dia-a-dia, tal como todos nós. Ainda assim, consegue ver além dos seus benefícios e transmite-nos, neste livro, a sua opinião, numa tentativa de alertar para algumas das consequências que a tecnologia representa no nosso mundo.

Tal como o autor, também acredito que deve existir um certo equilíbrio. As máquinas são verdadeiramente úteis no nosso dia-a-dia para inúmeras tarefas, mas não substituem, de todo, o humano, nem as relações e interações humanas.

Acredito que, num futuro ideal e não tão distante, a humanidade vai conseguir utilizar todo o potencial da tecnologia para resolver grandes desafios, tais como doenças e escassez de bem essenciais. A meu ver, a tecnologia só deve trazer benefícios à humanidade e nunca o contrário, porque, quando isso acontecer, aí sim existirá um autêntico confronto.

Segundo o autor, existem algumas mudanças e avanços tecnológicos para as quais nos temos de preparar, como: digitalização, mobilização, desintermediação, automação, robotização, entre outros…

Acho que todos conseguimos concluir que a tecnologia chegou em força, e chegou para ficar! A verdade é que, de uma forma ou de outra, os pequenos gadgets tecnológicos fazem parte do nosso quotidiano (smartphones, televisões, computadores, entre outros) e já não conseguimos viver sem eles. Este livro fala sobre essa mesma realidade, destacando algumas questões éticas importantes.

📗 Foi um livro que me deu imenso gosto de ler, por ser um tema muito atual e que acho extremamente importante debater e refletir sobre as tecnologias e a importância das mesmas nas nossas vidas.

Ficaste com curiosidade e queres saber mais sobre este livro? Podes comprá-lo aqui 👉 Technology vs. Humanity: The coming clash between man and machine, Gerar Leonhard

 

 

#13 – Os segredos da mente dos consumidores,

de Michael Solomon

👉 Neste primeiro mês do ano, gostava de partilhar contigo um livro que considero obrigatório para uma estratégia de sucesso: “Os segredos da mente dos consumidores”, de Michael Solomon.

Este é um livro que me acompanhou no mês de janeiro e me deu vários insights para aplicar na minha estratégia. A verdade é que, em qualquer negócio, é necessário compreender a mente do consumidor, seja o produto e/ou serviço que for. Temos de conseguir compreender e adaptar a nossa estratégia, de modo a obter resultados mais favoráveis.📈

Enquanto profissional, antes de implementar seja o que for, acredito que é necessário delinear estratégias, e foi um pouco do que este livro me confirmou.

Mas, antes disso, quero dar-te a conhecer o seu autor: Michael Solomon.

Michael Solomon é professor e ensina várias disciplinas como Marketing e Comportamento do Consumidor. Faz também investigação em comportamento do consumidor e em questões relacionadas com estilos de vida. É um profissional de sucesso, que dedica a sua vida a transmitir o seu conhecimento.

Além deste livro, tem outras obras extremamente interessantes e excelentes para objetos de estudo. 📚

Este é um livro muito prático, que fornece 50 técnicas fáceis de aplicar para identificar potenciais clientes e ainda, para os fidelizar. Desvenda os segredos da mente dos consumidores, nomeadamente porque compram e como fazer com que continuem a comprar!

✅ Confesso que foi uma leitura que me surpreendeu, pela positiva.

É um livro que vai direto ao assunto, escrito de modo incisivo, com uma missão muito clara: entregar a verdade aos leitores.

Isto porque o autor defende que os profissionais de marketing muitas vezes acham que sabem como funciona a mente do consumidor, mas, na verdade, carecem de estudos do comportamento do consumidor, algo que pode fazer toda a diferença nos negócios.

O processo de compra não é apenas vender um produto. Tem de existir uma estratégia pré-venda e pós-venda, porque é necessário estabelecer um relacionamento com o cliente.

Não basta apenas vender, é preciso ter noções básicas de psicologia para compreender o cliente, e isso é algo que podemos encontrar neste livro.

Vivemos na era do digital, o que significa que a informação para o cliente está à distância de um pequeno clique. Por isso, além de informação, é necessário dar assistência ao cliente e compreendê-lo. Não basta deixarmos a informação disponível, devemos também nós estar disponíveis.

Além disso, o autor aborda outros temas muito importantes, como o uso de imagens nos anúncios.

É verdade que as imagens tornam a comunicação mais interessante, mas por vezes pode ser mal compreendida pelo cliente, o que pode ser prejudicial para o nosso processo de venda.

Um tópico interessante para refletirmos, não achas? 🤔

É por estes motivos e muito mais que recomendo este grande livro de Michael Solomon e que o considero uma leitura obrigatória para qualquer empreendedor!

👉 Queres saber mais sobre este livro? Podes comprar “Os segredos da mente dos consumidores, de Michael Solomon, aqui.

 

 

#12 – “Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas?” de Dale Carnegie

👋 Olá! Como estás?

Para este mês de dezembro, decidi escolher um livro para me inspirar e motivar, para começar o ano de 2021 em grande! ⚡

👉 “Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas” foi o escolhido, por ser um clássico de livros motivacionais e por achar que este era o momento certo para lhe pegar! 📗

O autor, Dale Carnegie, começou por ser vendedor, logo após terminar os seus estudos. Depois, decidiu arriscar numa carreira artística, mas não teve sucesso e ficou sem emprego e sem casa. Mas não foi isso que o deitou abaixo.

Na verdade, Dale Carnegie vivia numa associação de solidariedade e foi aí que a sua vida mudou completamente: sugeriu alguns cursos motivacionais nessa mesma associação, e foi a partir daí que começou o seu império “Dale Carnegie Training”, que é hoje uma rede mundial presente em quase 100 países. 💪

É impossível ficar indiferente a esta história de vida: uma autêntica inspiração para mim. Considero impressionante a maneira como as pessoas conseguem mudar a vida do avesso e chegar tão longe a partir do zero. A força de vontade é algo mágico! 👏

Relativamente à obra, é um best-seller mundial, que, inclusive, já esgotou várias vezes, por ser um dos livros mais bem sucedidos da história da literatura motivacional.

Mas e porquê tanta procura por este livro?

Na minha opinião, é porque o autor tem uma visão menos tradicional do que é o sucesso e como o conseguimos alcançar.

O desenvolvimento tecnológico tem avançado a uma velocidade incrível, e é interessante compreender as bases sociais e comportamentais da sociedade, que, apesar de tudo, tem sofrido poucas alterações, pelo que este pode ser um excelente guia de ação.

Aliás, segundo o autor, o sucesso das pessoas não provém dos seus conhecimentos na área em que trabalham, mas sim do relacionamento pessoal, e essas competências podem sempre ser melhoradas. 📈

📚 Neste livro, além de várias técnicas e métodos para os relacionamentos interpessoais, ainda é possível conhecer experiências vivenciadas pelo autor e também casos reais de várias figuras conhecidas, como Henry Ford, Winston Churchill, Eleanor Roosevelt e muito mais, através das quais é possível perceber como foram as suas “caminhadas” até ao sucesso.

➡️ Esta leitura transformou-se numa excelente ferramenta para compreender como lidar com as pessoas, compreender os seus comportamentos e motivações e, ainda, como atuar mediante certos comportamentos e atitudes. É um livro com alguns anos, mas intemporal e muito útil nos dias que correm.

Sabias que, segundo o Dale Carnegie, existem três técnicas fundamentais para lidar com as pessoas, e também seis formas de fazer com que os outros gostem de nós?

🤔 Se ficaste com curiosidade e queres saber mais, podes comprar o livro “Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas” de Dale Carnegie aqui 👈

 

 

#11 – “Pensar e Agir Fora da Caixa” de Manuel Manero

👋 Olá a ti, que estás aí desse lado! Como estás? 😀

Temos vivido tempos muito imprevisíveis e a adaptação hoje tem um papel ainda mais importante… Quem me conhece sabe que adoro estar rodeado de pessoas e ensinar, mas têm sido tempos complicados e é preciso pensar mais além, diria até, pensar fora da caixa e arranjar soluções criativas para os desafios que surgem! 💪

➡️ Foi por isso mesmo que este mês decidi partilhar com vocês o meu ponto de vista sobre o Livro “Pensar e Agir – Fora da Caixa: Manual prático de instruções para uma vida de sucesso”.

Este livro, que funciona como um verdadeiro manual, aborda essencialmente os melhores tipos de atitudes e comportamentos que devemos ter para atingir uma vida de sucesso. ⚡

O autor defende que o processo para chegar ao sucesso deve acontecer naturalmente, no entanto, este livro é um autêntico guião ideal para todos os que querem chegar mais longe.

Mas e o autor do livro, Manuel Manero? 🤔

📌 Manuel Manero é um apaixonado pela vida e por partilhar conhecimentos com os outros. Assume a missão de ajudar empresas e empreendedores a terem mais resultados e mais positivos nos seus projetos, através da introdução do marketing digital. Iniciou o seu percurso na Internet em 2010 e é especializado em comunicação, estratégia, consultoria e muito mais.👨‍💻

Através do seu livro, o autor tem como objetivo dar mais significado e qualidade de vida aos leitores. Ainda assim, é de referir que não é só através da leitura de um livro que isso acontece: é necessário ter coragem e agir, e as palavras de Manuel Manero acabam por funcionar como um incentivo. 👏

👉 Do meu ponto de vista, o sucesso é um desafio, é uma aventura cheia de altos e baixos e, por vezes, não sabemos por onde ir. É necessário ter sempre em mente os objetivos e, mais importante, resiliência!

Para sermos bem sucedidos neste desafio, o autor reuniu no seu livro informações e vários requisitos que acredita serem úteis para alcançarmos o sucesso.

Este foi um livro que me deu muito gosto a ler, porque, além de concordar com o mindset do autor e com os seus conselhos, acho que este é o livro ideal para quem deseja ter sucesso no mundo de trabalho, um mundo que está em constante mudança. 🌍

📚 Uma leitura que recomendo vivamente e que pode ser muito interessante para ler atualmente, pois é necessário não só pensar fora da caixa, como agir fora da caixa, e nada melhor do que ter a ajuda de Manuel Manero nessa etapa! 💪

E tu, já leste este livro de Manuel Manero? Se ainda não leste, esta é a tua oportunidade! 👉 Podes comprar o livro Pensar e Agir – Fora da Caixa aqui. 📗

 

 

#10 – “The Infinite Game” de Simon Sinek

Olá! Como estás? 😁

Neste mês, trago-te um livro de um autor sobre o qual já falei anteriormente e que admiro bastante… O grande Simon Sinek, autor de vários livros que falam, sobretudo, de liderança e gestão, valores fundamentais para qualquer organização. ✅

Aliás, Simon Sinek afirma assumir a missão de ensinar líderes e todas as pessoas pertencentes a organizações a inspirarem-se a si mesmos, mas também aos outros. 🙌

Pessoalmente, considero este mindset incrível, porque acredito que, se trabalharmos juntos, chegamos mais longe, portanto, acho realmente importante conseguirmos inspirar outras pessoas de forma positiva.

Com base nos valores de Simon Sinek, este mês escolhi o livro “The Infinite Game”, que, tal como nome indica, fala de jogos infinitos, mas também de jogos finitos.

Antes de mais, quero fazer-te uma questão: sabes quando existe um jogo? 🤔

📌Um jogo só existe quando temos, pelo menos, dois jogadores. A verdade é que podemos jogar sozinhos, mas os verdadeiros jogos têm de ter, no mínimo, dois jogadores para haver uma disputa real.

Depois, temos os jogos infinitos e os jogos finitos:
👉Os jogos finitos consistem em jogos disputados por jogadores conhecidos, que terminam quando se atinge o objetivo proposto.
👉Por outro lado, nos jogos infinitos, as regras estão em constante mudança, podem entrar e sair jogadores a qualquer momento, e o jogo não tem fim, ou seja, podem existir vitórias e derrotas mas é necessário continuar a jogar.

💬 Segundo o autor, existem organizações que estão a jogar um jogo finito, ou seja, pensam a curto-prazo e em objetivos imediatos. No entanto, o pensamento deve ser que o jogo não acaba agora e, por isso, é preciso ter foco no infinito, ou seja, em arranjar soluções e pensar em inovações, pois só assim se superam os desafios.

A verdade é que ambos coexistem, não obstante, é preciso compreender quando estamos perante um jogo finito ou perante um jogo infinito. Por vezes, é preciso ter resiliência para esperar resultados, caso contrário, vivemos ansiosos. E o mesmo acontece nos negócios: vão existir muitos altos e baixos, e desafios ao longo do caminho, contudo, é necessário termos capacidade de adaptação e, além disso, um mindset infinito.

Isto porque, segundo o autor, é essencial pensarmos a longo prazo, porque a qualquer momento o jogo pode mudar e temos de repensar a próxima jogada. 🎲

Ao longo de 11 capítulos, Simon Sinek demonstra que devemos ter a capacidade de adaptação, de conseguir a qualquer momento mudar o jogo. Inclusive, tem testemunhos de histórias reais de empresas reais que passaram por derrotas, mas seguiram a regra de ouro: continuaram o jogo. 🎮

Além de concordar a 100% com este mindset infinito, tento colocá-lo em prática todos os dias, tanto nível pessoal, como a nível profissional!

E tu, ficaste com vontade de adquirir este livro? Podes comprar o “The Infinite Game” aqui.💥

 

 

#9 – “Ser Digital: Como Criar uma Presença Online Marcante” de Sandra Alvarez e Carolina Afonso

👉 Este mês recebi uma oferta MEGA especial que gostava de partilhar contigo: o livro “Ser Digital: Como Criar uma Presença Online Marcante” escrito pela Carolina Afonso e pela Sandra Alvarez, um livro que explora a transformação digital que tem ocorrido nos últimos anos. ⚡

A minha missão, assim como da minha equipa, sempre foi ajudar através do digital. Esta missão tem um peso cada vez mais importante, porque são imensas as empresa que sentiram necessidade de migrar para o digital, e adaptaram completamente a sua comunicação 👨‍💻

Mas é importante referir que ser digital não significa “desumanizar”, mas pelo contrário, criar uma relação mais próxima com quem está do outro lado, tendo em conta valores como a credibilidade e autenticidade.

“O que não registamos nem partilhamos não existe.” 🤔 Esta é uma frase presente no prefácio do livro, que ao iniciar a leitura faz-nos desde logo pensar: será que devemos partilhar tudo, será que esta informação é útil para quem me segue? 

É esse o principal tema nesta obra: o impacto do digital na vida de cada um de nós. Quantos de nós não acordamos, e uma das primeira coisa que fazemos é pegar no telemóvel e ir às redes sociais ver as últimas novidades? 📲 Este é um hábito cada vez mais recorrente, porque estamos cada vez mais dependentes do digital, seja por razões pessoais ou até mesmo profissionais. 

📌 No entanto, nem tudo é mau no digital, a verdade é que são inúmeras as possibilidades neste universo, e é preciso ter uma “voz” no digital.

Mas porque é que devemos ter uma “voz” neste universo que cresce dia após dia? Segundo as autoras, o digital é a plataforma que funciona como canal direto de comunicação com pessoas, entidades e marcas. 

Foi através deste mindset que surgiu a necessidade de refletir acerca deste assunto, e nasceu esta obra que debate acerca da transformação digital e ainda, aconselha quais as melhores práticas para desenvolver uma identidade visual, partilhando casos de sucesso. ✅

Ao longo de cada um dos capítulos, temos o testemunho de personalidades, que partilham as suas experiências e estratégias. 👥 Alguns dos convidados são: Carlos Coelho (Especialista em Marcas), Bernardo Correia (Country Manager da Google em Portugal), Cristina Amaro (Diretora do Imagens de Marca) entre muitos outros.

As autoras também tem uma percurso notável na área de marketing: a Carolina Afonso é doutorada em Marketing e profissional na área das tecnologias de informação há mais de 15 anos. Atualmente é diretora de marketing da Konica Minolta Portugal. Já a Sandra Alvarez é mestre em marketing e já trabalhou em áreas de marketing, comunicação, comercial, publicidade e media. Já conta com mais de 20 anos de experiência e atualmente é diretora-geral da PHD Media, pertencente ao Omnicom Media Group.

➡️ Este livro é um livro que funciona como um manual do digital: por um lado permite-nos perceber como melhorar a nossa pegada digital e a nossa identidade e por outro lado, refletir acerca do mundo digital e da transformação que está a acontecer. 🙌

Confesso que este foi um livro que me surpreendeu imenso, pela POSITIVA! E tu, ficaste com vontade de adquirir este livro? Podes comprar o livro “Ser Digital: Como Criar uma Presença Online Marcante” aqui 💥

 

 

#8 – “Where Good Ideas Come From” de de Steve Johnson

Olá! Neste mês quente de junho quero falar-vos de um livro muito interessante e que vos vai deixar a pensar… 💭

Intitula-se “Where Good Ideas Come From” e é do escritor Steve Johnson. Este livro é espantoso, porque explora alguns dos segredos da inspiração para chegar a boas ideias! 💡

Todos nós queremos ter ideias melhores, mais criativas e queremos ser mais inovadores! Sabes de onde vêm as boas ideias, aquelas ideias mesmo geniais? E como é possível ter ideias que se destaquem num mundo que já tem tantas ideias inovadoras? É isso que o autor nos explica ao longo desta obra!

Steve Johnson é formado em Semiótica e Literatura Inglesa e tem vários livros já publicados sobre ciência, tecnologia e algumas das suas experiências pessoais. Tem-se destacado por ser um dos maiores estudiosos da tecnologia digital! 

Nos seus livros, Steve Johnson mostra estudos de casos reais e até mesmo experiências pessoais, sem mostrar grandes conclusões com o intuito de nos fazer pensar e para nós fazermos as nossas próprias reflexões 🤔

Ao contrário do que por vezes pensamos, as boas ideias são “palpites lentos” que levam algum tempo a evoluir. Não se tratam de momentos de grande perspicácia ou de inspiração individual. São um conjunto de repertórios que acumulamos durante muito tempo, tornam-se finalmente úteis, muitas vezes, só meses ou anos depois…

… E é assim que o livro “Where Good Ideas Come From” funciona! O autor apresenta alguns casos como a Teoria de Evolução de Darwin e a Criação do Youtube, demonstrando que, no seu ponto de vista, estas criações não surgiram através de um insight repentino, mas por meio de uma longa pesquisa. 📚

Além disso, Steve Johnson defende que o meio onde estamos inseridos é quase tão importante como a ideia, isto é, o meio pode, efetivamente, ditar os caminhos que uma boa ideia vai seguir, sendo um factor muito importante na criatividade! Um ponto de vista muito interessante, não achas? 🏠

O escritor também defende que existem sete etapas para a explorar o nosso pensamento criativo e fazer evoluir a nossa forma de pensar e agir. Essas etapas são: o possível adjacente, redes líquidas, intuição lenta, serendipidade, erro, exaptação e plataforma!

Com este livro, é possível concluir que todos podemos ser inovadores, mas é preciso cultivar e amadurecer o conhecimento para conseguir chegar à fase da inovação! 

Esta é uma leitura que recomendo a todos para expandir a visão acerca do pensamento, produtividade e, sobretudo, as ideias! 👍

E tu, de onde achas que vêm as boas ideias? 😉💡

Queres saber mais acerca deste livro? Podes adquiri-lo aqui 👈

 

 

#7 – “As Armas da Persuasão” de Robert B. Cialdini

Olá! 🙂 Neste mês de maio trago um livro com um tema um pouco diferente do que vos tenho mostrado, mais focado na arte da persuasão e na sua importância no nosso dia-a-dia. Quis partilhar esta leitura convosco porque este é um manual que pode ser uma mais valia para terem uma vantagem competitiva.

O livro que vos quero dar a conhecer é da autoria de Robert B. Cialdini, especialista americano na área da persuasão e negociação. Este livro intitula-se “As Armas da Persuasão” e é útil para aqueles que vendem e também para aqueles que não querem comprar. 😉

Não conheces o autor? Vamos então falar um pouco sobre ele! 👇

Robert B. Cialdini é atualmente professor de Psicologia e Marketing na Universidade do Arizona, e autor de vários livros, sendo este o mais conhecido da sua carreira. É também presidente da empresa Influence At Work, que faz consultoria e formação na área da aplicação ética, no mundo dos negócios e ainda da ciência da influência.

O motivo que o levou a escrever este livro, foi o facto de considerar que era facilmente influenciado por vendedores, ou melhor, considerava-se uma “presa” fácil, e por isso decidiu estudar a persuasão! Curioso, não é? 🤔

E assim surgiu a sua obra, passados uns longos 35 anos de muita pesquisa! 😮 O seu objetivo era estudar quais os fatores que levam a pessoa a aceitar comprar determinadas coisas, e as técnicas utilizadas pelos vendedores, para conseguirem vender. Começou por isso a estudar de perto as técnicas e estratégias mais eficazes usadas pelos profissionais. Assim, Cialdini criou uma obra acessível e muito informativa, juntando testemunhos de várias pessoas, dados científicos de pesquisas e ainda experiências da sua vida pessoal. Este é por isso, o livro ideal para quem quer saber mais acerca de como influenciar as pessoas, mas também, para quem quer defender-se da persuasão dos vendedores. 😄

Segundo o autor, existem seis princípios básicos de persuasão que devem ser considerados: afinidade, autoridade, compromisso e coerência, escassez, aprovação social e reciprocidade. Estes princípios são essenciais para compreender as pessoas e sobretudo, para as saber influenciar, de uma forma natural. ✔️

Atualmente, para qualquer profissional de sucesso, a habilidade de saber persuadir é importante, seja qual for a área em que trabalha. É por isso que considero esta obra tão interessante e uma mais valia para desenvolver esta aptidão e conseguir bons resultados, alcançado sucesso a nível pessoal e também profissional

Recomendo esta leitura a todos, para os mais curiosos e até para quem pretende melhorar as suas técnicas de venda e interação com os clientes! 🙌

E tu, qual a opinião que tens acerca da arte da persuasão? Deixa-nos a tua opinião acerca deste tema!

 

 

#6 – “Marketing 4.0 – Mudança do Tradicional para o Digital” de Philip Kotler

Este mês dou-te a conhecer o livro “Marketing 4.0: Mudança do Tradicional para o Digital”, da autoria de Philip Kotler e com a participação de Hermawan Kartajaya e Iwan Setiawan! 

Philip Kotler é um autor norte-americano considerado por muitos como o “Pai” do Marketing, tendo uma influência gigantesca na área! 😃

Este é o mais recente livro da sua coleção, da qual fazem parte “Marketing 1.0”, “Marketing 2.0” e “Marketing 3.0”, que elaboram, basicamente um guia do marketing que é praticado em cada época. “Marketing 4.0” consiste numa atualização da visão dos autores após uma década em que, como todos sabemos, emergiu em força o meio digital, transformando por completo o pensamento e o comportamento dos consumidores. 💡

O livro ajuda-nos a perceber esta complexa paisagem de consumo em mudança, expondo as mudanças tecnológicas a que temos vindo a assistir e a maneira como estas afetam o marketing. 

No “Marketing 1.0”, a preocupação centrava-se no produto e nas vendas; no “Marketing 2.0” tudo muda e o foco passa a ser não o produto, mas as necessidades e desejos dos consumidores; no “Marketing 3.0” nota-se uma orientação para a criação de valor, alterando-se a visão de que um indivíduo é somente um consumidor para uma visão em que este é um ser humano racional e com sentimentos. 🙌 

Na era atual, em que se estabelece o Marketing 4.0, o cenário dos negócios e o próprio mundo apresentam-se como mais sociais, mais inclusivos. 

Segundo Kotler, o Marketing 4.0 refere-se a “uma abordagem de marketing que combina a interação online e offline entre empresas e consumidores”. Esta abordagem combina a máquina ou a inteligência artificial a outras tecnologias para aumentar a produtividade e, ao mesmo tempo, aproveita a relação entre humanos para melhorar o processo de interação com o cliente. 🤝

Este é um manual tanto para os mais experientes, que devem ultrapassar-se a si próprios e a tudo aquilo que já aprenderam, como para os mais novos, que são os futuros marketeers e têm de estar preparados para proporcionar às pessoas aquilo que elas querem!

 A vossa abordagem estratégica já se enquadra no Marketing 4.0? 🙂

Podes comprar o livro Marketing 4.0 aqui.

 

 

#5 – “This is marketing” de Seth Godin

Adivinhem só o autor que vos trago este mês… Pois é, não é nenhuma novidade trazer aqui ao blog livros do nosso querido Seth Godin, ou dicas que eu próprio tenha seguido após a leitura de algum dos seus livros. A propósito, já li quase todos, e nenhum me desiludiu! 🙂

O livro sobre o qual vos falo hoje intitula-se “Isto é Marketing – Se queres ser visto, aprende a ver”. Logo à partida, posso dizer-vos que esta é uma frase na qual me revejo bastante, portanto, claro que me prendeu a atenção! 😉 Seth Godin reúne nesta obra o essencial dos conhecimentos que tem vindo a adquirir ao longo dos últimos 25 anos. De que maneira?

Da maneira mais fidedigna possível: através de casos reais! 😃

O livro recorre a muitos exemplos concretos e embora faça referência (e bem!) a alguns princípios básicos de uma estratégia de marketing, fá-lo de uma forma muito leve, interessante e com uma linguagem super acessível! 🙌

Está bastante atualizado e, como não poderia deixar de ser, faz menção a estratégias na internet e nas redes sociais, uma parte imprescindível do marketing de hoje!

Ainda assim, para quem procura um livro de ferramentas e estratégias infalíveis de marketing, este não é o livro certo, digo já.

Talvez não seja um livro que se “devore”, percebem? Não é um livro que se lê de rompante, porque, para absorver tudo o que ele nos transmite, precisamos realmente de refletir sobre o que lemos. Precisamos de tempo para pensar como podemos incluir os conselhos que nos dá e adaptar as estratégias que nos apresenta às nossas próprias ideias e projetos! 😉

Seth defende que “os grandes marketers da atualidade não se limitam a criar ruído: criam um mundo melhor, resolvem problemas e ajudam as pessoas a alcançarem os seus objetivos”! ✔️

Quem me conhece ou segue o meu trabalho há algum tempo, facilmente diria que tinha sido eu a dizer esta frase! 🙂

Este é um livro que nos mostra que a empatia e a partilha de emoções são os alicerces do marketing verdadeiramente impactante… 🙌 Como também eu defendo, ter um “chão comum” com os nossos consumidores é FUNDAMENTAL. Sem isso, nenhum tipo de marketing fará qualquer sentido e os seus resultados serão, das duas uma, ou quase nulos, ou resultados de curto-prazo. ☹️

“This is Marketing” diz-nos que, para fazermos um bom trabalho, precisamos de conhecer todos os lados da situação. Aliás, a premissa do livro é mesmo “Se queres ser visto, aprende a ver” e isso, para mim, não podia fazer mais sentido! Não conseguiremos atrair consumidores se não soubermos aquilo que eles procuram! 

Chega de manipular, enviar spam e, no final do dia, ficar a pensar “será que é realmente isto que devia estar a fazer? Será que isto vai resultar a longo prazo?” ❌❌ É hora de parar de desperdiçar tempo e dinheiro que não valerá a pena. 😉

Este é o momento de começar a VER para conseguir SER VISTO.

Confesso que já antes de ler este livro me regia por esta máxima, mas é sempre bom ouvir grandes nomes do marketing a dizê-lo! Parece que me dá a confiança de que realmente ando a fazer a coisa certa! 🙂✔️ Por fim, deixo-te apenas um CONSELHO meu: Nunca pares de querer aprender mais e de tentar ver as coisas de uma outra perspetiva!  A empatia é o que nos liga a nós, profissionais de marketing, aos nossos clientes ou potenciais clientes! 😃

O que achas deste mindset? 🙌

Se quiseres obter este excelente livro de Seth Godin, podes fazê-lo aqui. 

 

 

#4 – “Buy-ology” de Martin Lindstorm

Olá! A minha recomendação de leitura para este mês de janeiro é um livro de 2008, mas que continua bastante atual 😀. Intitula-se Buy-ology – A Ciência do Neuromarketing e é da autoria de Martin Lindstrom, considerado um dos grandes gurus de branding e marketing.

Martin Lindstrom é um profissional de marketing, consultor, orador e investigador com mais de 20 anos de experiência. Já teve como clientes a Disney, a Mercedes-Benz, a McDonald’s, a Kellogg’s, a Microsoft, e muitos mais. 

Foi também um dos investigadores pioneiros do neuromarketing, ciência a que recorre no Buy-ology para desvendar a mente dos consumidores. 🤯

O livro trata de explorar o processo de tomada de decisão dos consumidores. Como funciona a nossa mente? Como funciona a mente dos clientes? Como fazer a nossa marca sobressair ⭐ num mundo com tanta concorrência e constante inovação?

Vivemos perante um overbooking de informação infindável. Nos dias de hoje, somos bombardeados com publicidade sob todas as formas, de vários canais e a uma velocidade incrível. Assim, torna-se difícil percebermos o que realmente marca a diferença na nossa mente e na mente dos consumidores 💡

Não seria possível lembrarmo-nos de toda a informação que nos chega no nosso quotidiano. Assim, a questão à qual devemos prestar extrema atenção para elaborar qualquer estratégia de marketing é: o que determina aquilo que chega ao nosso consciente e o que acaba por ser esquecido no minuto a seguir? 🤔

Entender como funcionam estes processos mentais (de perceção e decisão) é uma grande mais-valia para todos os profissionais de marketing e comunicação! ✔️

A sua síntese diz o seguinte: As estatísticas mentem. Os estudos de mercado mentem. Para saber a verdade acerca do que nos leva a comprar, têm de ir à fonte… ao cérebro do consumidor. Buyology é uma viagem pelo cérebro do consumidor, enriquecido com anedotas e casos reais de reacções – muito inesperadas – a estratégias de marketing”.

Creio que só com esta síntese já ficamos convencidos! 😀

Este é um livro bem organizado, de fácil leitura e que prende o leitor até ao final. O autor refere vários exemplos  e curiosidades que comprovou ao longo da sua extensa experiência profissional! 😜

Por exemplo: sabias que o cheiro é elemento tão poderoso que se verificou que ao espalhar aromas femininos (como baunilha, por exemplo) nas secções de roupa de senhora, fazia as vendas aumentarem para o dobro?  É por esse motivo que as lojas têm sempre um cheiro tão agradável! Também sabias que a McDonald’s lança cheiro a bacon e queijo acabado de fazer no sistema de ventilação? 😮 Estas são apenas duas das muitas curiosidades que podes ler no livro de Martin Lindstorm! 

Já estás convencido em comprar este livro? Espero que sim! 😁 Podes comprar o Buy-ology na Wook!

 

 

#3 – “Os Líderes Comem por último” do Simon Sinek

Olá! 🙂 Este mês trago-te um livro um pouco diferente dos anteriores. Não é tão focado no marketing, mas antes na importância que um bom líder tem para um negócio! Intitula-se “Os Líderes Comem Por Último” e é da autoria de Simon Sinek.

Se não conheces o autor, vou falar-te um pouco dele! 👇👇

Simon Sinek é escritor de livros sobre liderança e gestão, alguns deles bestsellers mundiais (como o “Start With Why” que também vos falo no meu blog), orador em palestras internacionais e consultor. Ficou conhecido por popularizar conceitos que foram adotados por profissionais de todo o mundo, como o “círculo dourado” e os “5 porquês”. Curiosidade: é autor da 3ª TEDx mais vista de sempre! 😮 

Neste livro, mostra como o papel do líder é fundamental para os trabalhadores se sentirem valorizados. Na sua visão, esta é a melhor (se não a única) forma de conseguir uma produtividade e desempenho impecável. 👌

“Os Líderes Comem Por Último” conta a história de um gestor de sucesso que foi nomeado CEO de uma empresa em dificuldades. Confronta-nos com uma realidade muito comum: 80% das pessoas não estão satisfeitas com o seu emprego. Mas como dar a volta a essa situação?

Uma vez que não seria possível substituir todos os profissionais descontentes, a proposta de Simon é criar condições que os levem a trabalhar de boa vontade. Isso levará a um aumento da produtividade e, consequentemente, a um maior lucro da empresa. Ao sentirem-se bem no local de trabalho, os trabalhadores unem-se e “vestem a camisola”, focando-se no “inimigo exterior”, ou seja, na concorrência. 🙌

O título do livro foi inspirado numa conversa que o autor teve com um general dos fuzileiros da marinha norte-americana, que lhe disse: “aqui os oficiais comem por último”.

Os fuzileiros jovens comem sempre primeiro, enquanto os oficiais seniores esperam a sua vez no final da fila. Como salienta o autor, os grandes líderes sacrificam o seu próprio bem-estar pelo bem-estar daqueles que estão ao seu cuidado.

Sinek demonstra que o verdadeiro líder é alguém que faz as pessoas sentirem-se seguras e afirma que quando nos sentimos seguros no meio dos nossos semelhantes, temos uma predisposição maior para proteger os interesses coletivos. 🤝

Aquele tipo de liderança autoritária, impositiva e individualista que formava a imagem dos grandes líderes no passado já não funciona.

Hoje, um bom líder é aquele que participa, acompanha, ajuda e dá segurança ao grupo. Não aquele que se limita a ficar no seu gabinete a dar ordens. Um líder vai onde as pessoas estão, entende as dificuldades do trabalho e está disposto a defender os seus trabalhadores em situações difíceis. Assim, forma uma equipa confiante e disposta a dar tudo de si para o sucesso da empresa.

Eu concordo a 100% com este mindset e é isto que tento fazer todos os dias na minha empresa! Os resultados têm sido fantásticos! 😊 E tu, que achas sobre esta maneira de pensar de Simon Sinek?

Podes encontrar o livro do Simon Sinek aqui!

 

#2 – “Permission Marketing” do Seth Godin 

Já que estou numa “onda” de livros clássicos, o segundo livro que vos trago também não é recente, mas é de um dos maiores génios do marketing digital: Seth Godin. Acredito que todos os livros deste autor (e não são poucos) merecem ser lidos! 😉 Este livro já tem alguns anos, mas não deixa de estar bastante atualizado.

O nome Seth Godin é sonante, o autor americano é um dos maiores conhecedor de marketing digital da atualidade. Para quem quer compreender o marketing que esta era (digital) exige, este é um auto obrigatório. Godin escreveu inúmeros livros que chegaram a best-sellers e revolucionaram por completo o mundo do marketing. Marketing de Permissãoé um deles. 😀

Há todo um novo panorama que temos de compreender para andarmos sempre lado a lado com a evolução. Neste livro, o autor guia-nos pela mão, passando pelo impacto da internet e das novas plataformas de comunicação digital nos negócios e, mais em particular, no marketing. 

Antes de mais, é importante salientar que o próprio conceito de “Marketing de Permissão” foi revolucionário, uma vez que, até 1999 (data da publicação), ninguém havia pensado ou explicado este constructo de forma clara. 🙄

Godin defende que as melhores estratégias de marketing são as que têm a capacidade de fazer os consumidores esperar por uma uma mensagem da empresa!

Ao apostarmos numa estratégia marketing demasiado intrusiva e dirigida a um público-alvo demasiado vasto, corremos o risco de incomodar (ou até irritar) os consumidores e prejudicar a imagem que estes detêm da nossa empresa. Este livro concede várias dicas para criarem mensagens que as pessoas queiram realmente receber, tendo em conta os seus interesses e necessidades  

Mas como fazê-lo? 🤨

O foco principal do “permission marketing” é moldar a mensagem da empresa de forma a que seja aceite pelos consumidores. O marketing de permissão consiste na ação de entregar mensagens a um público que realmente as deseja receber, ou seja, com a sua permissão. Assim, não estaremos a incomodar pessoas que não têm interesse na nossa oferta e focamo-nos nas que efetivamente importam: as que são potenciais clientes. 😃

Seth Godin defende que as empresas devem fazer um esforço para alcançar as pessoas que sinalizaram o seu interesse, é com essas que podemos comunicar. Nos dias de hoje, há uma grande obsessão com KPI’s, métricas e alcances, contudo, não nos podemos esquecer que o mais importante é atingir as pessoas certas e não atingir todo o mundo. É com as pessoas certas que vamos procurar desenvolver uma relação de confiança que, por sua vez, aumentará a probabilidade de venda e, mais importante ainda, a lealdade. 🙌

Este livro alerta para a urgência de os profissionais da marketing se focarem em transmitir mensagens com significado para os seus potenciais consumidores; mensagens com história, ideias e emoções. O mote pelo qual o marketing se guiava há alguns anos (persuasão incessante para vender um produto ou serviço) já não resulta; está completamente ultrapassado e é necessário que os profissionais se consciencializem disto. É preciso mais, muito mais, para chegar a quem está do outro lado.

E tu, também te revês nesta forma de pensar? 😃

Queres ler este livro? Podes comprar o livro do Seth Godin aqui.

 

 

#1 – “Jab, Jab, Jab, Right Hook” do Gary Vaynerchuck

O primeiro livro que vos apresento não é um livro recente, mas é de um autor que eu admiro profundamente. Quem segue o Gary Vaynerchuck nas redes sociais e acompanha o seu trabalho diário, sabe o quão genial e inspirador é, por isso, não podia deixar de partilhar esta obra! 😄

O livro explora, essencialmente, a técnica  “Jab, Jab, Jab, Right Hook”, característica dos desportos de combate, mas que, aqui, é aplicada ao marketing digital. De que forma é que o Gary associa esta técnica de combate ao marketing? É muito simples e eu explico-te tudo!

No digital, temos de lutar para surgirmos em primeiro lugar nos resultados de pesquisa, no feed das redes sociais e na mente do nosso consumidor. O marketing é uma batalha diária entre nós e todos os concorrentes que oferecem um produto (bem ou serviço) semelhante ao nosso, na medida em que satisfaz a mesma necessidade. Nas redes sociais, os utilizadores são constantemente bombardeados por anúncios e publicações de milhares de marcas a quererem captar a sua atenção. O cerne do problema está nas marcas que apenas se preocupam em apelar à compra do seu produto, sem antes procurarem oferecer algo de valor ou fomentarem uma relação forte e duradoura com o consumidor! 🙄

O “Jab, Jab, Jab, Right Hook” aplicado ao marketing, na perspetiva Gary Vaynerchuk, poder ser traduzido para “Dar, Dar, Dar, Pedir”. O que significa? Tal como em qualquer relação, não podemos pedir algo, sem antes darmos algo, especialmente, se for a primeira vez que abordamos a pessoa, onde o primeiro momento é fundamental. Porém, o que acontece na maioria dos casos é que teremos de Dar algo várias vezes, para, então, pedirmos algo em troca do consumidor (neste caso, uma compra). 

Segundo a estratégia “Jab, Jab, Jab, Right Hook”, para nos conseguirmos diferenciar face aos nossos concorrentes temos de dar o máximo valor ao cliente, fornecer informações relevantes e oferecer conteúdos úteis. Ao dotar um potencial cliente com o máximo de informação e conhecimento possível,  demonstrarmos estar preocupados em conhecê-lo e, sobretudo, em servi-lo da melhor forma. O objetivo é estabelecer uma relação a longo prazo, focada na lealdade, não na recorrência. Quando os clientes são leais a uma marca, vão dar respostas emocionais,  logo, estarão mais recetivos ao nosso “right hook” quando quisermos, efetivamente, fechar uma compra 😉😉

Na minha ótica a compra é apenas uma pequena parte de todo este processo. Ao acrescentarmos valor, a compra será apenas um passo natural e espontâneo que nem sequer associo a um “pedido”, mas sim a uma gratificação. É algo que recebemos em troca por ajudarmos o outro a alcançar um objetivo, ou a satisfazer uma necessidade. Ninguém começou por comprar os meus cursos, sem antes ter conhecimento do meu trabalho, sem ter lido os conteúdos que produzo. Na verdade, a compra de um curso especializado pode levar dias, ou até meses, a fechar, porque se trata de um serviço e não de um bem tangível. Daí a importância de dotar os clientes com o máximo de conhecimento e oferecer muito conteúdo, são as pistas palpáveis que oferecemos do nosso trabalho. Desde a criação de e-books, artigos, vídeos explicativos ou de newsletters, são inúmeros os exemplos nos quais podemos Dar, antes de pedirmos algo em troca. O segredo para o sucesso duradouro é esse – “less right hooks, more jabs” (pedir menos, dar mais).

Já conhecias este livro? Qual a tua opinião? 😃✍️

Se ainda não o leste, podes comprar este livro do mestre Gary V. aqui!

 

Solicitar Orçamento

Procura um Consultor com vasta experiência na área do Marketing Digital, focado em alcançar objectivos e em aumentar o ROI dos seus Clientes? Não hesite:

Subscreva a newsletter!

No Comments

Comente

Mais artigos

Ver todos os artigos