Liderança: O que eu aprendi nos últimos 5 anos

Confesso que os últimos tempos, especialmente os últimos meses, me fizeram refletir mais acerca de temas como este.

Pergunto-me como consegui formar esta #DreamTeam e como ela se mantém motivada, trabalhadora e feliz, dia após dia.

Cada um deles veste, verdadeiramente, a camisola e impacta positivamente o resto da equipa, como eu sempre sonhei e como sempre procurei fazer. 

Sinceramente, nunca me vi como um “chefe”. Desde cedo percebi que chefiar não era, de todo, para mim. Porém, algo devo ter feito certo para que isto acontecesse, não é verdade? 😀

A procura de uma resposta para esta questão leva-me sempre a pensar sobre a importância da Liderança.

Há alguns pontos que, a meu ver, são incontornáveis, a respeito disso:

O que é liderar?

Segundo o Dicionário Infopédia, liderar é exercer a qualidade de líder, dirigir, orientar.

Logo a partir daqui, algo se afigura muito claro, para: liderar é muito mais do que gerir ou chefiar.

Um líder não se limita a ser um gestor ou um chefe. Um líder é uma pessoa que exerce influência sobre o comportamento, pensamento ou opinião dos outros:

Um stock pode ser gerido; pessoas devem ser lideradas por meio do exemplo”, Ross Perot

Assim, a liderança será a capacidade — inata ou adquirida — de inspirar os outros, influenciando ações, decisões e comportamentos de maneira positiva

O conceito de liderança diz, pois, respeito a uma prática que sempre esteve patente na História da Humanidade.

Recentemente, o conceito proliferou para um contexto de análise de ambientes corporativos, no sentido em que se começa a valorizar, cada vez mais, que tanto os líderes como as suas equipas trabalhem em prol do mesmo objetivo, de uma mesma missão.

 

Impacto de um bom líder nas empresas

As empresas, de forma geral, carecem de bons líderes. Inúmeras estão repletas de chefes que levam os seus colaboradores a quadros de irritação, stress e depressão. Nunca se ouviu falar tanto de burn out como hoje… 

Muitos chefes passam o dia a reclamar da (e com a) sua equipa quando, na verdade, a liderança é que é falha.

Por outro lado, quando a liderança é boa, os resultados são os melhores possíveis: 

  • As pessoas gostam, verdadeiramente, de ir trabalhar;
  • Sentem-se mais livres para dar asas à criatividade;
  • Preocupam-se realmente com o crescimento da empresa;
  • Mais produtividade;
  • Melhor performance da empresa.

Além disso, os colaboradores são mais rápidos a agir quando há problemas, pois têm a certeza de que o podem fazer e de que a sua opinião é valorizada. 🙌

 

Liderar VS. Chefiar

Não existe um boa empresa sem um bom líder. 

Como se costuma dizer, um líder é um chefe, mas um chefe não é necessariamente um líder. Eis algumas diferenças:

diferenças-chefe-lider

Após alguma reflexão, reuni algumas das características que fui desenvolvendo e que considero terem tido um impacto positivo no meu percurso de liderança, tanto em relação à minha equipa como aos meus clientes.

Contudo, antes, quero deixar isto bem claro:

É certo que há pessoas que são líderes natos por natureza. Porém, as nossas características biológicas não determinam fatalmente a nossa capacidade para liderar! 

A liderança requer, primeiramente, uma grande capacidade de autoconhecimento e muita prática.

(Atenção: nem todos têm de adotar o mesmo estilo de liderança, porque nem todos serão, obrigatoriamente, o mesmo tipo de líder. A magia do processo está mesmo em encontrarmos o nosso estilo de liderança, para que tudo se nos torne natural, orgânico, real.  

Para além disso, assim que o encontramos, vemos que, afinal, liderar não é assim tão difícil; é, acima de tudo, uma postura de Humanidade.)

 

Características de um bom líder

Vejo muitas pessoas a mudarem a sua forma de ser quando são promovidas a um cargo de “chefia”, porque “é assim que um chefe deve ser”. Parece que há uma certa pressão para liderar de uma determinada forma – “Quando fores chefe, tens de ser assim, tens de fazer isto, etc., e só assim é que vais conseguir dar conta do recado!”…

Isto não é verdade. Não te deixes “corromper” por estes mitos!

Encontra a forma certa de liderar para TI, de acordo com a TUA personalidade e, claro, tendo em conta o bem-estar da equipa

Ser autêntico, genuíno e empático, antes de tudo o resto, é o que vale a pena. Vais ver que resulta.

Não obstante, vejamos, então, as que concluo serem as características de um bom líder:

  • Ter e Transmitir Confiança

Esta é uma das mais importantes, para mim. Uma das funções de um líder é motivar a equipa. Para isso, tens acreditar em ti, nas tuas ideias e no potencial da tua equipa.

(Eu sei muito bem o potencial da minha e estou constantemente a motivá-la. Felizmente, também ela me motiva, quando é preciso!)

Acredito que este ambiente interno transparece por completo para os clientes (e fico muito feliz por isso!). Portanto, não tenho dúvidas de que ter e transmitir confiança aumenta fortemente a performance da empresa (interna e externamente).

  • Ser criativo

O mercado muda constantemente e é normal ocorrerem situações com as quais ninguém estava a contar. Quando isto acontece, é o futuro da empresa que está em risco e é necessário engendrar rapidamente uma solução.

É aqui que se torna importante pensar fora da caixa e ser criativo para determinar o que fazer a seguir. Para mim, a criatividade passa muito pelo foco na solução e não no problema. 

Claro que ficamos preocupados quando há um problema ou uma mudança no mercado, mas há que conseguir mudar o chip na nossa cabeça para que não fiquemos ali presos. O problema é só o primeiro passo para a solução!

  • Saber ouvir

No seguimento do que disse no ponto anterior, a capacidade para ouvir os outros é também fundamental para ultrapassar os obstáculos que surgem.

Não tens de encontrar a solução sozinho. Um bom líder deve ouvir o que a sua equipa tem a dizer. Se não ouves a tua equipa, podes estar a deixar fugir ideias brilhantes que poderiam ser levadas avante e produzir resultados valiosos…

Não dar atenção e credibilidade à própria equipa é um erro fatal: primeiro, porque as pessoas se sentirão desmotivadas, acabando por não se esforçar assim tanto no seu trabalho, pois não se sentem valorizadas; depois, porque, obviamente, 2 cabeças pensam mais, melhor e mais rápido do que 1!…

  • Delegar funções e tarefas

Para quem não sabe, a minha licenciatura foi em Gestão de Recursos Humanos. Apesar de não ter seguido a área, há coisas que lá aprendi às quais continuo a dar muita importância.

Saber distribuir funções parece algo simples, mas nem sempre o é. Se achas que um trabalhador não está a ter o desempenho esperado, não assumas apenas que é um mau trabalhador… Talvez não lhe tenhas dado a função certa para ele.

Tentar perceber em que função se enquadra melhor cada pessoa é essencial para quem quer ser um bom líder. Assim, não só transmitimos aos colaboradores que confiamos e acreditamos neles, como também lhes demonstramos que conseguimos identificar os seus pontos fortes e que merecem ser destacados. ✨

  • Ser humilde e promover a humildade

Esta parte é das mais desafiantes, para muitos. É fundamental estar aberto às críticas. Um bom líder não vê as críticas como um ataque à sua autoridade ou qualquer coisa do género, mas como uma oportunidade de fazer mais e melhor.

Todos estão sujeitos a cometer uma ou outra ação equivocada. Isso não pode afetar a credibilidade de ninguém dentro da empresa. Ao invés de procurar um culpado, promove a humildade e a empatia

Desta forma, quando alguém erra, a equipa vai reconhecer o erro e, em vez de culpar uma só pessoa, irá preocupar-se em criar uma solução e modificar o que for necessário para que não se repita.

  • Ter visão

Um líder tem de ter ideias claras. Deve ter os pés assentes na terra, saber onde está, onde quer chegar e como vai fazê-lo.

Por vezes, pode necessitar da ajuda da sua equipa para as clarificar, e isso não faz dele um mau líder. Seria um mau líder se estivesse num beco sem saída e, por orgulho, não pedisse ajuda e deixasse o problema perpetuar-se. A visão também se constrói nesse diálogo com a equipa. 🤝

  • Dar o exemplo

Todos sabemos que o ambiente dentro de uma empresa pode ser algo hostil, quando não é bem gerido. Muitas pessoas deixam-se levar pela competitividade, querem sempre destacar-se dos outros e reclamar os louros para elas próprias.

O pior é quando o próprio chefe é assim…

O líder tem de dar o exemplo no que toca às relações interpessoais dentro da empresa. Para que os resultados sejam os melhores possíveis, é necessário que o ambiente dentro da empresa seja de entreajuda e não de corrida ao 1.º prémio.

  • Ser comunicativo

Todos gostamos de ser elogiados quando desempenhamos um bom trabalho, não é? 👏

Também dentro de uma empresa os colaboradores apreciam, na maioria das vezes, o feedback dado pelos seus líderes. 

Atenção: Dar feedback não significa que o líder esteja sempre a controlar as tarefas de cada trabalhador, apontando todos os erros que encontra! Significa ser ativo no reconhecimento do positivo e nas sugestões, para algo que possa ser melhorado.

No meu caso, por exemplo, mesmo que quisesse fazer de “inspetor”, não conseguiria (não sei ser assim e daria mesmo em doido, com a imensidão de tarefas de que teria de dar conta). 

O que costumo fazer é elogiar sempre que vejo algo muito bem feito e corrigir (da forma mais simpática possível) aquilo que não vai bem ao encontro do que se pretendia. Quem nos acompanha tem de sentir que essa margem para o seu crescimento existe de verdade, e isso só se consegue se o garantirmos. 🙂

  • Aprender e Partilhar

Um bom líder tem de estar atualizado sobre o mercado e partilhar os seus conhecimentos com o resto da equipa. De que adianta saberes muito, se a tua equipa não está a par desse conhecimento?

Alguém que teme partilhar o que sabe e ser “superado” pelos colaboradores não é um líder, porque não está interessado no sucesso da empresa, mas sim no seu sucesso individual. 🥇

Um bom líder não só compartilha os seus conhecimentos, técnicas e habilidades, como também estimula os outros para que façam isso. Assim, toda a equipa tem possibilidade de se desenvolver e os resultados são muito mais satisfatórios!

  • Inspirar os que o rodeiam

Um bom líder atinge os objetivos de uma forma leve e eficaz, sem comprometer a saúde mental daqueles que trabalham ao lado dele. Além disso, atribui o sucesso não a ele próprio, mas a todos os que, de alguma forma, contribuíram para ele. 🙏

Mas eis que entramos num dos mais importantes traços de um líder, a meu ver: a capacidade de inspiração da equipa. Liderança é mesmo a arte de inspirar. E é aqui que entra o poder da missão. 

Principalmente nas grandes empresas, a missão consiste numa série de linhas bonitas escritas no website oficial, mas que ninguém na empresa conhece realmente… Nada que dê a motivação aos seus colaboradores para se dedicarem ao trabalho com alegria e um sentimento de realização pessoal

Na minha #DreamTeam, nem tenho de perguntar: todos sabem de “cor e salteado” aquilo que nos move, enquanto equipa. “Ajudar as pessoas através do digital”. Se conseguires inspirar a tua equipa desta forma, conseguirás inspirar os teus clientes.

Esse é um dos feitos de que mais me orgulho. 💚

 

Obrigado, #DreamTeam, por tudo! 

Espero continuar a inspirar-vos tanto como vocês me inspiram. 🍀

Até amanhã, no Office!

Solicitar Orçamento

Procura um Consultor com vasta experiência na área do Marketing Digital, focado em alcançar objectivos e em aumentar o ROI dos seus Clientes? Não hesite:

Subscreva a newsletter!

    Siga este link para aceder a Política de Privacidade
No Comments

Comente

Mais artigos

Ver todos os artigos