Link Building: O que é e como fazê-lo da forma certa?

Olá! 😃

Espero que te encontres bem e cheio de entusiasmo, já que te trago conteúdo novo acerca do tema “link building”!

Prepara-te, pois, numa questão de breves minutos, dominarás os aspetos mais importantes para conseguires definir uma estratégia de link building de alto nível, melhorando o teu SEO!

Tudo a postos para começar? 💪

Eis o que te vou dar a conhecer neste artigo:

  • O que é link building?
  • Qual é a importância do linkbuilding para o SEO?
  • 8 Dicas para um bom link building
  • Ideias de conteúdos que geram muitos links 
  • Ferramentas de Link Building – A lista essencial
  • Link Building: Lista Social

 

O que é o link building

Um dos fatores essenciais para melhorares a tua posição nos resultados de pesquisa, a nível orgânico, é uma estratégia de link building bem concebida. Para começar, será importante compreenderes em que é que consiste o link building. De uma forma muito breve, entende-se como link building a arte de conseguir atrair links que apontem para a nossa página web. Importa, por um lado, considerar os links internos, ou seja, os links em páginas do nosso website. Estes são uma excelente forma de guiar os leitores e de aumentar o número de páginas visualizadas, mantendo-o mais tempo dentro do website. Em Portugal, inclusive, por vezes, basta recorrer a link building interno – que só depende de nós – para nos posicionarmos, dada a escassez de concorrência. 

Contudo, deverás ter em conta os links externos – ainda mais importantes do que os internos. Os links externos englobam: 

1) Os links que estão nas páginas do nosso website e que direcionam o utilizador para páginas de domínios externos;

2) Os links que estão noutros websites e que apontam para o nosso conteúdo, também conhecidos por backlinks”. 

Qual é a importância do link building para o SEO?

Um bom conjunto de links é um dos fatores mais valorizados pelo algoritmo da Google, na medida em que cada link é contabilizado como um “voto” que indica a relevância do nosso conteúdo (que foi digno de citação). 

A maior preocupação da Google é, efetivamente, garantir que o utilizador encontra sempre a informação que procura. Neste sentido, o link building revela-se fundamental, pois apresenta ao utilizador outras fontes de informação, igualmente confiáveis, com conteúdos complementares e relevantes, face à sua pesquisa.

8 Dicas para um bom Link building

I. Utilizar links internos e externos

Um bom perfil de links exige tanto links internos (de outras páginas do teu próprio website), como links externos (de websites e blogs de terceiros). 

A estratégia de “linking-out – respeitante ao recurso a links externos – tem como objetivo gerar uma ação recíproca, ou seja, ao referenciarmos uma página de um website externo no nosso conteúdo, o expectável é que, eventualmente, este nos mencione de volta. Além disso, ao recorrer ao linking-out, estaremos a dar uma informação mais completa ao utilizador, o que é, como tenho afirmado, bastante valorizado pela Google. 

Dica: Ao colocar links externos, devemos sempre colocar anchor texts curtos, relevantes e variados. O anchor text corresponde ao “texto clicável” que incorpora o link e que identifica o assunto da página de destino.

II. Obter links de websites relevantes 

Conforme explicado acima, os backlinks são os links que são colocados em páginas de outros websites e que apontam diretamente para a nossa página. Ao mencionarem o teu conteúdo, estão a recomendá-lo a outras pessoas como uma fonte de informação confiável.  Neste sentido, é importante fazer um trabalho semelhante a “assessoria de imprensa” e enviar press releases, artigos e conteúdos para esses websites, com o objetivo de criar links para as nossas páginas. 

O conjunto de links deve ser, portanto, variado e, sobretudo, de qualidade.

Dica: Ferramentas como o Sem Rush e o UbberSuggest permitem identificar os websites que “linkam” para as páginas de concorrentes, o que pode ser uma excelente fonte de ideias!

III. Pedir que citem a fonte

Se entregares conteúdos de grande qualidade e de forma consistente, eventualmente, alguns dos teus posts e artigos serão partilhados por outras empresas ou pessoas. Sempre que um conteúdo, artigo ou o próprio nome da tua marca forem referenciados num website, contacta o proprietário e pede-lhe que coloque um link a citar o teu website. 

Dica: Uma excelente forma para monitorizares o que é dito online sobre a tua empresa ou marca é utilizares a ferramenta Google Alerts.

 

IV. Escrever Guest Posts

Escrever “artigos de convidado” ou colunas editoriais, em blogs, revistas ou websites, para além de ser uma excelente forma de gerar awareness, é fundamental para gerar links orgânicos. Ao escreveres artigos originais e pertinentes sobre a tua área de negócio, estarás a oferecer conteúdo de valor, em troca da sua publicação. Geralmente, esses websites aceitam que coloques links a redirecionar para as tuas páginas. Dessa forma, aumentas o perfil de links do teu website, reforçando a tua estratégia de link building.

Dica: Antes de escreveres um guest post, deves analisar os blogs em que pretendes fazê-lo, tendo em em consideração a audiência, a experiência de utilizador e os post mais populares nos mesmos.

V. Divulgar conteúdos nas redes sociais

Partilhar conteúdos no Facebook, Instagram e LinkedIn tem um impacto muito positivo numa estratégia de link building. Além de gerar tráfego para o website, estamos a expor o nossa marca e URL a uma maior quantidade de pessoas que poderão partilhar os nossos conteúdos ou dar origem a novas oportunidades de link building.

Dica: Não te esqueças de colocar os botões de partilha de redes sociais ao longo do teu website, para que os utilizadores possam divulgar os teus conteúdos nas mesmas. O plugin que utilizo no meu website é Easy Social Sharing.

 

VI. Privilegiar uma estratégia de SEO integrada com as redes sociais

Procura escrever e publicar conteúdo altamente relevante e, simultaneamente, patrocinar esses conteúdos nas redes sociais. Assim, aumentarás a sua visibilidade e, consequentemente, os sinais sociais (gostos, partilhas, comentários, etc.). O algoritmo do Google considera que o que é muito partilhado ou comentado é mais relevante do que outro conteúdo que não gera tanta interação nas redes sociais. Portanto, quanto maior for a interação com os conteúdos da tua marca, maior a probabilidade de a Google a posicionar bem nas suas páginas de resultados. 

Dica: Uma ferramenta como o BuzzSumo, por exemplo, ajuda-te a entender quais os conteúdos com maiores sinais sociais e quais aqueles em que é necessário trabalhar mais. 

VII. Deter e corrigir links quebrados

Fazer pesquisas e análises de links quebrados são procedimentos importantes, especialmente para pessoas que não têm muito tempo para produzir conteúdos de forma recorrente, quer para o seu website, quer guest posts. O objetivo é encontrar links em páginas e blogs que já não funcionem e solicitar ao seu proprietário que substitua o broken link por outro link do nosso website com conteúdo relacionado. Deste modo, estaremos a substituir um link com erro 404 por uma fonte de informação de valor – o que é benéfico para o blog onde está referenciado, para o utilizador e para nós, porque estamos a obter links relevantes.

Dica: Uma ferramenta extremamente útil para encontrar broken links é o Ahrefs. Esta tool não só permite identificar todas as páginas com erro 404 num website, como também indica todas as páginas web que estão ligadas a esse broken link, multiplicando  as oportunidades

VIII. Não comprar links

Esta é uma prática de black hat SEO, que consiste em comprar links para que páginas externas redirecionem para o nosso website. A curto prazo, esta técnica até pode passar despercebida; porém, mais tarde ou mais cedo, a Google irá verificar um padrão suspeito nos links comprados, por não estarem  relacionados com anteriores backlinks. Além disso, é altamente provável que estes websites também vendam links a outros websites, o que alertará a Google (pelo número exagerado de links com o mesmo anchor text, por exemplo). 

O Google rastreia os anchor texts dos links que as páginas recebem, sendo através deles que o mesmo determina quais os links internos e externos que estão associados a uma determinada palavra-chave. Novamente, é importante fazer a salvaguarda de que a qualidade de links é fundamental para os motores de pesquisa.

Dica: Uma ferramenta extremamente útil para encontrar broken links é o Ahrefs. Esta tool não só permite identificar todas as páginas com erro 404 num website, como também indica todas as páginas web que estão ligadas a esse broken link, multiplicando  as oportunidades!

 

 

Ideias de conteúdos que geram muitos links

Como é de esperar, há certos tipos de conteúdos que, no que toca à geração de links, saltam à vista, quando comparados a outros: 

  • A) Artigos com listas (“5 dicas”, “O top 10”) são muito partilhados em redes sociais e atraem imenso tráfego, porque, geralmente, são artigos fáceis de ler pela utilização de bullets. 
  • B) Conteúdos visualmente apelativos, mas ainda assim informativos, como é o caso dos infográficos, também são muito divulgados e geram um número elevado de links, mesmo quando não são “pedidos” (porque dispõem o nosso logotipo e website). Segundo o Neil Patel, os infográficos geram 37.5% mais backlinks do que um artigo de blog regular. 
  • C) Artigos com um nível de profundidade e análise acima da média sobre um dado assunto e press releases também geram muitos links, normalmente, com uma qualidade considerada elevada, uma vez que provêm de órgãos de comunicação social.

Ferramentas de Link Building – A lista essencial 

Por fim, para passares à ação no que respeita ao link building, só falta munires-te das ferramentas mais eficazes! Abaixo, encontras uma lista das que considero serem as melhores no mercado para este fim:

Link Building – Lista Social

Aqui fica um extra valioso… 

O link building estende-se, também, a um conjunto determinado de redes sociais! 

A lista das que te apresento, de seguida, constitui uma série de recursos de que podes usufruir para fortalecer a tua estratégia de link building. Não te esqueças de lhes dar uso, conforme te seja relevante! 

  • Twitter;
  • LinkedIn;
  • Digg;
  • Reddit;
  • YouTube;
  • Pinterest.

Como pudeste ver, os motores de busca são algo muito complexo e o posicionamento de uma página de um website depende de uma quantidade enorme de fatores, mas é certo que o link building continua a ser uma das estratégias mais usadas em SEO pelas empresas, por ser algo que realmente faz a diferença!

Neste guia pensado para conseguires dominar esta arte e marcares tu a diferença das páginas do teu website, aprendeste:

  • O que é link building?
  • Qual é a importância do linkbuilding para SEO?
  • 8 Dicas para um bom link building
  • Ideias de conteúdos que geram muitos links 
  • Ferramentas de Link Building – A lista essencial
  • Link Building: Lista Social

Espero mesmo que tenhas gostado e que possas colocar em prática, na tua marca, as dicas que aqui te deixei! Não te esqueças de partilhar este conteúdo com os teus colegas e amigos que possam achá-lo útil, e deixa as tuas dúvidas nos comentários, para que eu as possa esclarecer!

Até à próxima! 👋👋

Solicitar Orçamento

Procura um Consultor com vasta experiência na área do Marketing Digital, focado em alcançar objectivos e em aumentar o ROI dos seus Clientes? Não hesite:

Subscreva a newsletter!

    Siga este link para aceder a Política de Privacidade
No Comments

Comente

Mais artigos

Ver todos os artigos